Seg. a Sexta-Feira: 9h00 às 12h30 | 13h30 às 17h00

Apresentação

Freguesia de Paços de Ferreira

A Freguesia de Paços de Ferreira, constituída pela agregação da anterior freguesia homónima e da freguesia de Modelos, foi criada pela Lei 11-A/2013 de 28 de janeiro.

Paços de Ferreira

Paços de Ferreira situa-se num planalto de Entre Minho e Douro, rodeada de montes e é banhada pelo rio Ferreira.

Por ser sede concelhia, a sua história está indelevelmente associada á evolução do próprio concelho; no entanto, importa realçar que o couto de Ferreira era independente da Freguesia de Paços. Assim, já em 1059, no Livro de Mumadona, Condessa de Guimarães, é referida a igreja de Santa Eulália, da Vila de Paços (de Ferreira). No entanto, depreende-se que a antiguidade do povoamento local é mais ancestral, pelo menos a julgar pelos vestígios arqueológicos das imediações, nomeadamente o povoamento pré-histórico da Citânia de Sanfins, e pela intensa romanização da região cujos vestígios, inclusive descobertos em Paços, atestam a presença deste povo, restando ainda a toponímia para reforçar esta antiguidade.

Nesta região foi deveras importante a presença de Ordem dos Templários que em Paços consagrou Santa Eulália como padroeira. Eclesiasticamente, Paços dependeu do Mosteiro de Ferreira e era um curato anexo á Vandoma e da apresentação do abade, tendo mais passado a abadia independente. Posteriormente foi uma honra dos bispos do Porto.

Nas Inquirições de D. Dinis, em 1308, Paços aparece no Julgado de Aguiar de Sousa, situação que se manteve até á criação do concelho de Paços de Ferreira, em 1836.

Do património natural devemos referir, além da beleza das extensas zonas verdes de Paços de Ferreira que inclui o Parque Urbano, o tricentenário carvalho alvarinho que se encontra junto ao antigo edifício dos Paços do Concelho e que está classificado como Monumento Nacional. Ainda, o monumento de bronze dedicado á benemérita D. Sílvia Cardoso, que organizou peditórios para manutenção do Hospital, criou e beneficiou creches e infantários.

O extenso património e edificado sugere uma demorada visita a Paços de Ferreira, onde poderá visitar a Igreja Matriz, o Pelourinho de Paços de Ferreira, classificado como IIP, entre outros elementos de grande interesse e beleza.

A nível económico, todo o concelho é conhecido como a Capital do Móvel e Paços de Ferreira (Freguesia) não é excepção, como tal, a indústria e comércio de mobiliário contribuem em grande escala para a economia local. No entanto, a fertilidade dos seus terrenos agrícolas proporcionou, desde tempos imemoriais, ocupação e rendimento a muitos habitantes.

Modelos

Modelos assenta próximo da margem esquerda do rio Ferreira, a cerca de 4 Km da sede concelhia. O seu orago é Santiago, celebrado anualmente em festividade, a 25 de julho.

A antiguidade do povoamento local deverá ser ancestral, porém, os primeiros documentos que fazem referência a Modelos são medievais e registam servidões e obrigações do trabalho da terra do linho e dos moinhos da Levada Velha.

Modelos um curato de apresentação do convento de Ferreira e integrava o concelho de Aguiar de Sousa. Durante parte do século XVII e até 1907, Modelos pertenceu a Penafiel.

A nível arquitectónico, é de referir que Modelos é uma aldeia pitoresca cujas construções se integram na paisagem. A nível religioso, destaca-se a capela de Santo António localizada em aldeia, que foi contruída em meados de século XVIII, a capela de Sto. António do Cruzeiro, situada na Av. De Santiago, a capela do Calvário contruída em 1997, situada na Rua do Calvário, a Igreja de Santiago contruída em meados do século XVIII, sendo matriz e o Cruzeiro da Paróquia situada em frente á Igreja matriz (Igreja Nova) construída em 1997.

No aspeto económico, a agricultura apesar de atualmente ser pouco significativa, teve no passado maior importância; também no passado, foi a fábrica de laticínios o posto de trabalho de uma considerável parcela da população local. Atualmente, a indústria de mobiliário, o comércio e os serviços contribuem para a economia local.

Cruz Orbicular

Representa o passado histórico, pois a Ordem dos Templários foi donatária da freguesia.

Cruz Trilobada

Representa o passado histórico e o património, nomeadamente o cruzeiro de Modelos.

Carvalho

Representa a zona natural, assim como as atividades económicas a ela associadas e ainda o secular carvalho classificado como Monumento Nacional.

Burelas Ondadas

Representam o rio Ferreira, importante curso de água.

9085HABITANTES
7KM 2ÁREA
2152DENSIDADE POPULACIONAL HABITANTES/KM 2
conheça a equipa da junta de freguesia

Executivo

Clara Silva
Presidente da Assembleia de Freguesia
Alexandre Costa
Presidente de Junta
Paula Ferreira
Secretaria
Constantino Barros
Tesoureiro
Maria do Carmo Pacheco
Vogal
Mário Silva
Vogal