Seg. a Sexta-Feira: 9h00 às 12h30 | 13h30 às 17h00

Apresentação

Freguesia de Paços de Ferreira

A Freguesia de Paços de Ferreira, constituída pela agregação da anterior freguesia homónima e da freguesia de Modelos, foi criada pela Lei 11-A/2013 de 28 de janeiro.

Paços de Ferreira

Paços de Ferreira situa-se num planalto de Entre Minho e Douro, rodeada de montes e é banhada pelo rio Ferreira.

Por ser sede concelhia, a sua história está indelevelmente associada á evolução do próprio concelho; no entanto, importa realçar que o couto de Ferreira era independente da Freguesia de Paços. Assim, já em 1059, no Livro de Mumadona, Condessa de Guimarães, é referida a igreja de Santa Eulália, da Vila de Paços (de Ferreira). No entanto, depreende-se que a antiguidade do povoamento local é mais ancestral, pelo menos a julgar pelos vestígios arqueológicos das imediações, nomeadamente o povoamento pré-histórico da Citânia de Sanfins, e pela intensa romanização da região cujos vestígios, inclusive descobertos em Paços, atestam a presença deste povo, restando ainda a toponímia para reforçar esta antiguidade.

Nesta região foi deveras importante a presença de Ordem dos Templários que em Paços consagrou Santa Eulália como padroeira. Eclesiasticamente, Paços dependeu do Mosteiro de Ferreira e era um curato anexo á Vandoma e da apresentação do abade, tendo mais passado a abadia independente. Posteriormente foi uma honra dos bispos do Porto.

Nas Inquirições de D. Dinis, em 1308, Paços aparece no Julgado de Aguiar de Sousa, situação que se manteve até á criação do concelho de Paços de Ferreira, em 1836.

Do património natural devemos referir, além da beleza das extensas zonas verdes de Paços de Ferreira que inclui o Parque Urbano, o tricentenário carvalho alvarinho que se encontra junto ao antigo edifício dos Paços do Concelho e que está classificado como Monumento Nacional. Ainda, o monumento de bronze dedicado á benemérita D. Sílvia Cardoso, que organizou peditórios para manutenção do Hospital, criou e beneficiou creches e infantários.

O extenso património e edificado sugere uma demorada visita a Paços de Ferreira, onde poderá visitar a Igreja Matriz, o Pelourinho de Paços de Ferreira, classificado como IIP, entre outros elementos de grande interesse e beleza.

A nível económico, todo o concelho é conhecido como a Capital do Móvel e Paços de Ferreira (Freguesia) não é excepção, como tal, a indústria e comércio de mobiliário contribuem em grande escala para a economia local. No entanto, a fertilidade dos seus terrenos agrícolas proporcionou, desde tempos imemoriais, ocupação e rendimento a muitos habitantes.

Modelos

Modelos assenta próximo da margem esquerda do rio Ferreira, a cerca de 4 Km da sede concelhia. O seu orago é Santiago, celebrado anualmente em festividade, a 25 de julho.

A antiguidade do povoamento local deverá ser ancestral, porém, os primeiros documentos que fazem referência a Modelos são medievais e registam servidões e obrigações do trabalho da terra do linho e dos moinhos da Levada Velha.

Modelos um curato de apresentação do convento de Ferreira e integrava o concelho de Aguiar de Sousa. Durante parte do século XVII e até 1907, Modelos pertenceu a Penafiel.

A nível arquitectónico, é de referir que Modelos é uma aldeia pitoresca cujas construções se integram na paisagem. A nível religioso, destaca-se a capela de Santo António localizada em aldeia, que foi contruída em meados de século XVIII, a capela de Sto. António do Cruzeiro, situada na Av. De Santiago, a capela do Calvário contruída em 1997, situada na Rua do Calvário, a Igreja de Santiago contruída em meados do século XVIII, sendo matriz e o Cruzeiro da Paróquia situada em frente á Igreja matriz (Igreja Nova) construída em 1997.

No aspeto económico, a agricultura apesar de atualmente ser pouco significativa, teve no passado maior importância; também no passado, foi a fábrica de laticínios o posto de trabalho de uma considerável parcela da população local. Atualmente, a indústria de mobiliário, o comércio e os serviços contribuem para a economia local.

Cruz Orbicular

Representa o passado histórico, pois a Ordem dos Templários foi donatária da freguesia.

Cruz Trilobada

Representa o passado histórico e o património, nomeadamente o cruzeiro de Modelos.

Carvalho

Representa a zona natural, assim como as atividades económicas a ela associadas e ainda o secular carvalho classificado como Monumento Nacional.

Burelas Ondadas

Representam o rio Ferreira, importante curso de água.

9765HABITANTES
7KM 2ÁREA
1395DENSIDADE POPULACIONAL HABITANTES/KM 2
conheça a equipa da junta de freguesia

Executivo